nav-left cat-right
cat-right

Consumo de sal e os perigos para sua saúde

Há alguns anos atrás houve uma adesão por parte dos fabricantes em que varejistas de alimentos foram persuadidos a reduzir voluntariamente a quantidade de sal em pães e cereais matinais. Isto foi um grande passo para contribuir com a redução do consumo de sal na alimentação.

Muito sal mata

A redução diária do consumo de sal na alimentação em apenas três gramas por pessoa poderia salvar 6000 vidas por ano, portanto, qualquer movimento no sentido de reduzir o consumo de sal na alimentação é bem-vindo.

Figura 01: Cuidado com o consumo de sal

Conforme os dados da OMS (Organização Mundial da Saúde), é recomendado na alimentação o consumo de sal em torno 5 gramas por dia para uma boa saúde. Muitas pessoas no entanto consomem o dobro disso.

Não devemos colocar na alimentação muito sal,  em primeiro lugar, especialmente porque as pessoas tornam-se habituadas ao sabor dele. O sal é muitas vezes adicionado na alimentação para torná -la mais saborosa, porém isso não se faz necessário, visto que temos fontes naturais para utilizar como muitos temperos para enriquecer o sabor de nossa alimentação.

O Mal do sal

O gosto pelo sal pode levar a maus hábitos alimentares e a alimentação rica em sal tendem a ser geralmente ruins para a saúde como um todo.

Mas você pode olhar para ele de outra maneira, se o fabricante tiver se dado ao trabalho de reduzir os níveis de sal em um produto, provavelmente vai tentar fazer a coisa certa a respeito de coisas como açúcar e gordura também.

Melhores opções

Pode ser difícil de encontrar produtos de baixo teor de sal, por isso, o certo é buscar alimentos diferentes com teor reduzido de sal, mais de 500 miligramas de sal por 100 gramas é considerado alto, enquanto que 120 miligramas ou menos por 100 gramas é baixo.

A alimentação rica em sal está associada a doenças cardíacas, pressão alta, derrame e até mesmo câncer de estômago, o custo de dietas ricas em sal na bolsa nacional é enorme.

Custa 2 bilhões  de dólares ao ano para tratar pessoas com problemas causados ​​pela pressão arterial elevada, que tem sido associada ao consumo de sal na alimentação.

Mais de 30 países na atualidade têm programas destinados a reduzir o consumo de sal na alimentação . Os EUA , Reino Unido e Canadá, tem metas específicas criadas para as categorias de alimentos. A Finlândia tem liderado o caminho, com iniciativos de toda a população há mais 30 anos, conseguindo a redução da ingestão média de sal em um terço.

O vídeo abaixo faz um alerta sobre o consumo de sal na alimentação

 



CADASTRANDO-SE EM NOSSO INFORMATIVO DICAS SAÚDE DA MULHER, VOCÊ RECEBERÁ DIVERSAS DICAS SOBRE SAÚDE DA MULHER:

Entregue por FeedBurner

Comments are closed.